Síndrome das Pernas Inquietas

Publicado em 07/01/2020

É uma condição neurológica relacionada ao sono que se caracteriza por urgência de mexer os membros, associada a sensações desagradáveis nas pernas, como formigamento, pinicadas ou queimação. Essas manifestações geralmente ocorrem no início da noite em situações de repouso, principalmente quando o paciente se encontra na cama antes do adormecer, dificultando o início do sono. Elas tendem a melhorar com massagens e movimentos, obrigando o paciente a levantar-se da cama e deambular. Os mesmos sintomas podem aparecer durante o sono, no meio da noite, despertando o paciente.  

A Síndrome das Pernas Inquietas pode ter um caráter familiar, o que sugere uma transmissão genética. O seu diagnóstico é essencialmente clínico, após um histórico detalhado dos sintomas. Não raramente, ao iniciar o sono, o paciente costuma apresentar uma movimentação rítmica das pernas, o que pode indicar a realização de uma polissonografia. É importante uma avaliação clínica criteriosa para um perfeito diagnóstico, uma vez que perturbações da sensibilidade podem ocorrer em outras condições médicas. Alguns casos de pernas inquietas tendem a ocorrer em alterações do metabolismo do ferro ou na deficiência de ácido fólico, o que pode desencadear o quadro em gestantes.  

Após uma avaliação médica, o tratamento é feito com medicamentos específicos, e os sintomas respondem bem ao tratamento. Além disso, hábitos saudáveis, como a prática de atividade física e uma boa higiene do sono, são recomendações importantes no tratamento das pernas inquietas.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support